“É uma mistura de tanta coisa que até oque há de mais sensato em mim, enlouquece tentado entender.”


HUGA-R © CREDIT
Me perco nesses pensamentos, embora eles sejam somente sobre você.
Fabrício Bernardo (via revejo)


Quero fugir de casa mudar a rotina do dia-a-dia. Quero colher paz e esperanças. Quero cultivar flores sem medo do amanhã, me ferir com espinhos. Quero encontrar o conforto de um abraço, onde eu possa me esconder dos perigos do mundo. Quero cafuné no domingo de manhã e sexo tomando banho de espuma. Quero alguém pra aceitar minhas crises paranoicas. Quero um homem feminino pra me ajudar nas unhas, escolher a cor da tinta dos meus cabelos. Atravessar montanhas, ser o motivo da minha alegria, o cálice que me transmite sentimentos verdadeiros e ter fé em concretizar os sonhos. Quero a calma de um amor tranquilo. Um amor bandido, um romance, uma história a dois. Quero receber flores no café da manhã e um bilhete que toque meu coração tirando sorrisos. Quero chorar e ter a certeza que alguém vai enxugar o peso das lágrimas. Quero encontrar a alma que me falta e espantar o vazio que me condena. Topo entrelaçar os dedos nas mãos, passar a madrugada de chuva trocando beijos cheios de carícias. Quero morrer de amor e a sorte de continuar vivendo. O amor é grande e cabe num céu estrelado. O azul do céu traz esperanças e cabe num jardim do amor. O amor é forte e vence qualquer dor.
Dan Maia.   (via revejo)

Mas tô ótimo, voltei até a usar reticências e pontos de exclamação.
Caio Fernando Abreu   (via revejo)



Me conta de você, por onde andou, quem amou, quem esqueceu, quem você espera. Me conta mais da sua vida, quem sabe eu encontro um cantinho pra ficar. Quem sabe sou eu quem falta nesse teu coração. Me conta tudo, tenho tempo.
Caio Augusto Leite (via revejo)



Segue, a vida segue, eu sei, mas você se tornou sinônimo de vida pra mim, como seguirei sozinho?
Dois tons de amor  (via revejo)